Recorte Lírico

Tirando a literatura dos corredores acadêmicos

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Foto rara de Machado de Assis presidindo a ABL é encontrada

13 de setembro de 2016

Categorias:Notícia Tags:,

O próprio “descobridor” da foto reconhece que a qualidade “é ingrata”. Mas vale pela raridade: trata-se do único registro já encontrado do escritor Machado de Assis presidindo uma sessão da Academia Brasileira de Letras (ABL), entidade fundada por ele. A imagem (veja abaixo), que mostra uma reunião de 31 de outubro de 1905, vai ser reproduzida na edição de dezembro na “Revista Brasileira”, publicação trimestral da ABL.

Imagem encontrada por pesquisador que diz ter encontrado o único registro de Machado de Assis (em destaque sob a seta) presidindo uma sessão da ABL, em 31 de outubro de 1905 (Foto: Divulgação)
O pesquisador independente Felipe Rissato, que encontrou a rara fotografia, explica que ela saiu originalmente na revista “Leitura para Todos” em dezembro daquele ano. Mas jamais foi republicada ou mencionada em qualquer arquivo. 

“A própria Academia registra como documento iconográfico mais antigo de uma sessão pública a fotografia da sessão realizada em 17 de maio de 1909, já presidida por Rui Barbosa”, diz Rissato em entrevista ao G1 por telefone. De acordo com ele, a nova foto de Machado se torna agora “o registro iconográfico mais antigo de uma sessão da ABL”.

Na foto, Machado de Assis aparece entre os acadêmicos Alberto de Oliveira e Silva Ramos. Eles o auxiliavam no andamento da sessão que elegeu Mário de Alencar para ocupar a cadeira nº 21 da ABL, vaga pela morte de José do Patrocínio.

Rissato explica como pôde assegurar que é mesmo o autor de “Memórias póstumas de Brás Cubas” e “Dom Casmurro” na imagem: “A legenda [da revista] auxilia, uma vez que dá a data exata da sessão, sobretudo por ser uma revista contemporânea. Porém, mesmo que muito pouco, é possível divisar a face do bruxo, ensanduichada entre os rostos de Alberto de Oliveira e Silva Ramos”.


Ele justifica citando que a a foto é bem semelhante a outra feita em 1904 (veja abaixo).

Imagem de perfil do escritor Machado de Assis em 1904 (Foto: Divulgação)

A imagem de 1905 faz parte de uma pesquisa iconográfica de Machado de Assis feita por Rissato. “O número 89 da ‘Revista Brasileira’ vai publicar ao todo 38 fotos”, descreve o pesquisador. “Dentre elas, apenas uma é inédita, feita em 1880 pelo fotógrafo Isley Pacheco. E será a primeira vez em que o conjunto estará reunido.”

Na edição 87 da “Revista Brasileira”, Rissato já havia divulgado uma crônica até então desconhecida na qual Machado de Assis lamentava a morte de sua mãe (veja abaixo). Intitulado “Lembranças de minha mãe”, o texto foi originalmente publicado em 1860 na revista “Revista Luso-Brasileira” e sem assinatura.
“Não era raro o Machado de Assis escrever coisas anônimas e só depois comprovadas”, diz Rissato. “Neste caso, foi porque é um tema tão triste, tão caro a todos nós, a perda da mãe.”

Crônica ‘Lembranças de minha mãe’, publicada anonimamente em 1860 na ‘Revista Luso-Brasileira’ e republicada em junho de 2016 na ‘Revista Brasileira’, da ABL; pesquisador abrui autoria a Machado de Assis (Foto: Divulgação)


Fonte: G1
Da Redação