Recorte Lírico

Tirando a literatura dos corredores acadêmicos

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

As referências literárias de Renato Russo

11 de outubro de 2016

Categorias:Artigo de Opinião Tags:, ,

Foto: Reprodução/Internet
Político, poeta, acionário e gênio, esse é Renato Russo, falecido há 20 anos. Depois de duas décadas da despedida de um dos maiores astros do rock brasileiro, a dor da perda entre os fãs ainda é gigante. Renato, que se destacava pelo refinamento estético e de conteúdo das suas composições, julgava-se nem ser “tão original assim”. É o que vemos em uma carta que o próprio poeta escreveu aos fãs, quando perguntado sobre o processo criativo artístico, o compositor indicou que “uma boa ideia, rapazes, é LER LIVROS”. Na carta, anexada abaixo, Renato Russo revelou suas principais referências literárias, e como homenagem e pesar à sua despedida, divulgamos agora a lista:
 
Foto: Divulgação/Internet
Foto: Divulgação/Internet
 
Os livros da lista:
 
Zen e a Arte de Manutenção de Motocicletas, de Robert Pirsig
A Montanha Mágica, de Thomas Mann
Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley
Histórias de Fadas, de Oscar Wilde
A Revolução dos Bichos, de George Orwell
Capitães de Areia, de Jorge Amado
Encontro Marcado, de Fernando Sabino
O Apanhador no Campo de Centeio, de J.D. Salinger
Discurso da Servidão Voluntária, de Etienne de la Boétie
O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien
Siddharta, de Herman Hesse
Demian, de Herman Hesse
Narciso e Goldmund, de Herman Hesse
O Lobo da Estepe, de Herman Hesse
Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe
Fundação, de Isaac Asimov
1984, de George Orwell
Outros autores:
 
Júlio Verne
Fernando Pessoa
Carlos Drummond de Andrade
Colin Wilson
Outros livros:
 
O Vampiro Lestat, de Anne Rice
Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva