Recorte Lírico

Tirando a literatura dos corredores acadêmicos

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

[Coluna semanal de Farrel Kautely]

31 de outubro de 2017

Categorias:Conto Tags:,

[Coluna semanal de Farrel Kautely]

— E aquela ali? Aquela ali não deixa a filha comer doces, mas fica mais gorda a cada dia.
— Os doces são apenas pra ela.
— Sem dizer que deixa o cachorro cagar no quintal do lado.
— Sim, mas isso porque a vizinha jogou um pouco de lixo atrás da casa dela uma vez, lembra?
— Uma vingança que se estende por semanas é justa?
— Sei lá! Não sei se conseguiria sentir a raiva que ela sentiu na mesma intensidade.
— SUA NOJENTA!
— Ela não vai entender você.
— Ótimo! Sinto-me mais livre pra ofendê-la. PORCA!
— he! he! he! Gostei! PORCAAAAAA!
— he! he! he!
— hi! hi! hi!
— E aquela?
— Quem?
— Ali, na janela, espiando por trás da cortina.
— Ah, sim! O que será que ela está olhando?
— Deve estar avaliando se é seguro sair de casa com aquele cabelo horroroso.
— Um favor que ela faria a ela mesma seria cortar.
— Sim. Mas ela prefere usar o tempo que usaria pra isso pra chamar a gorda de gorda.
— Ela não está dizendo nenhuma mentira.
— Mas será que ela é tão boa pra ver o que está errado nela com a mesma habilidade que vê na outra?
— Vai saber!
— EI, SUA HORROROSA! SAI DA TOCA.
— É, COISA ESCROTA! VAI FICAR AÍ O DIA TODO VIGIANDO AS VIZINHAS?
— ha! ha! ha! ha! ha! ha! Será que ela escutou?
— Sei lá! hi! hi! hi.
— Ei, ei ei ei ei! Olha isso.
— O quê? O quê?
— Lá vem ela.
— Nooooossa, é mesmo. Ganhei meu dia.
— Que visão do inferno, não?
— Não sei como o Diabo anda tão irresponsável, deixando seus animais de estimação saírem por aí sem coleira. Uma aberração!
— ha! ha! ha! Você tem razão. Amiga, olha só o que ela está usando. Que diabos é aquilo?
— Uma espécie de sandália de cano alto?! Sei lá!
— Soa como um… nem sei o nome disso.
— Aquelas coisas que soldados romanos usavam?
— Sim, algo assim. Mas será que as pernas dos soldados romanos eram tão finas?
— Provavelmente não.
— Fico imaginando como…, opa! Ela está indo falar com a gorda.
— Os opostos se atraem.
— ha! ha! ha!
— he! he! he!
— Êpa! Olha lá! Olha lá! A horrorosa fechou a cortina.
— Será que vai sair também?
— Eu acho que vai.
— SAIU! SAIU! HSUHAUSHAUSHAUSHAU!
— Agora é a hora. O TRIO HORROROSO ESTÁ A SOLTA!!!
— SAIU DA JAULA OS MONSTROS!!!!
— ACUDAM! O CIRCO PEGOU FOGO!!!
— E AS ABERRAÇÕES FUGIRAM!!!
— ha! ha! ha!
— HA! HA! HA! HA!
— SHAUSHUSHAUSHAUSHAU!!!!!

 

— Como podem ser tão escandalosas? — Dona Carmem perguntou às amigas, olhando as maritacas que berravam alucinadas em cima do poste.
— Não sei — Eduarda respondeu, olhando para onde as amigas olhavam. — Mas parecem estar se divertindo.

 

Leia outros textos da coluna semanal do Farrel clicando aqui.