Recorte Lírico

Tirando a literatura dos corredores acadêmicos

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 3 outros assinantes

Orgia Astral

27 de março de 2018

Categorias:Poesia Tags:

Orgia Astral

Tapem ozolhos das crianças,
Para que não leiam tais perversões:

Todazas masturbações divinas
Por parte de deuses ou deusas
Dão origens aos cosmos
Com suas galáxias, constelações iestrelas

E corpos sem brilho algum
ou uma super nova prestes a se dissipar
Prostituem-se por um pouco de luz
(SEMPRE há estrelas dispostas a pagar)

Cada um desses cometas errantes
procura alguma coisa para se chocar.
Todo satélite se apaixona por um planeta
e em volta deste começá girar

Buracos negros deliciam-se sugando-os todos
Não há o que fuja ao estrago.
Cada absorção possui um prazer,
Que desistirá junto aum orgasmo.

 

 

Leia outros textos do autor clicando aqui.