Recorte Lírico

Tirando a literatura dos corredores acadêmicos

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 2 outros assinantes

Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos

7 de abril de 2018

Categorias:Lançamento Tags:, ,

Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos

Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos

 

Ano passado, por volta de agosto, iniciei um projeto de escrita em conjunto com alunos do colégio em que eu faço estágio. Os alunos eram de primeiro, segundo e terceiro ano. Juntamos contos, crônicas e poemas de temas aleatórios (para não delimitá-los e acanhá-los a participar), depois os textos foram distribuídos aos alunos responsáveis pelas ilustrações, a diagramação foi feita e, somente agora em março, conseguimos finalmente receber o livro da gráfica e tê-lo em mãos. Parece simples, não é mesmo? Na verdade foi um projeto extremamente trabalhoso e estressante, principalmente quando você vai fazer isso pela primeira vez. Em contrapartida, o resultado é tão incrível, que todo o resto vale a pena. Então hoje contarei para vocês em tópicos como foi todo o processo dessa produção maravilhosa e, caso você tenha interesse em fazer em alguma escola (seja como estagiário ou professor), é certo que esse texto facilitará muito a sua vida!

1. A escrita do projeto

Comecei escrevendo como tudo seria feito. Quem organizou (eu), quem revisaria (eu), qual o objetivo, como seria a publicação digital, como seria a possível versão física, qual seria o limite de página dos contos, enfim, escrevi como funcionaria o projeto do início ao fim! Isso é muito importante caso você queira mostrar para os seus superiores como foi feito.

2. Montar uma lista e ir atrás dos alunos

Assim que começou o trimestre, montei uma lista pedindo: nome completo, e-mail, nome no facebook e no que a pessoa tinha interesse em contribuir “(  ) Contos (  ) Poemas (  ) Crônicas (  ) Ilustrações”. Deixei a contribuição em aberto, a pessoa poderia participar com o que quisesse e em até mais de uma coisa. Passei em todas as salas do colégio divulgando, explicando como funcionaria e dando a lista para os interessados preencherem.

3. Fazer um grupo no Facebook para estabelecer comunicação

Adicionei todos os interessados no Facebook, criei um grupo na rede social e todos os recados, prazos, decisões, enquetes, etc, eram postados lá para que eu conseguisse me comunicar com todos os envolvidos ao mesmo tempo, por mais que obviamente eu falasse com eles pelo chat muitas vezes.

4. Prazos, revisão e produção das ilustrações

Passei um prazo para os alunos me enviarem em um arquivo do word o conto, poema e crônica para a revisão. Claro que muitos atrasaram, muitos desistiram, outros mandaram 2 ou 3 contos/crônicas/poemas, mas no fim deu tudo certo. Revisei toda a parte escrita, imprimi e dividi os textos entre os ilustradores. Eles deveriam ler e trazer a melhor interpretação para a ilustração.

5. A capa

Por sorte, tínhamos um aluno muito talentoso nos desenhos, ele fez a arte da capa do jeito que ele achou que ilustraria melhor a antologia como um todo. Ficou simplesmente magnífico:

Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 1

6. Scanneando as imagens e deixando-as com qualidade

Para colocar as imagens no livro, é necessário digitalizá-las. A capa, que era a ilustração que precisava ter mais qualidade, eu levei até uma gráfica para scannear. Depois, passei para o photoshop e salvei em CMYK, 800dpi. As outras ilustrações, entretanto, eu decidi que não pagaria para scannear e usei o aplicativo para celular “CamScanner”. Deu super certo! Passei imagem por imagem para o photoshop, as deixei em preto e branco (já que o miolo do livro seria em preto e branco para baratear) e as salvei em CMYK, 300dpi.

Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 2

7. Decisão do título e montagem da capa

Com quase tudo pronto, montei 3 capas diferentes (usando a ilustração feita pelo aluno) e mandei para o grupo para decidirmos juntos qual era a melhor. Para o título, montei uma enquete com opções de títulos e deixei aberta para novas sugestões. A mais votada foi a escolhida, “Mélange” (significa “mistura” em francês.

8. Montagem da diagramação e a luta contra o Word

Baixei várias fontes personalizadas e comecei a montar a diagramação. Pedi aos alunos uma breve biografia, coloquei tudo no começo: Nomes, biografias, o texto sobre o projeto e então os textos e os agradecimentos ao final. Como as imagens estavam todas em 300dpi, ou seja, em qualidades pesadas, o Word travou muito e o trabalho se tornou muito mais demorado. Foi necessário paciência, mas consegui vencer.

9. Envio para a gráfica e arrecadação do dinheiro

Eu já sabia que faríamos o livro com a MX Gráfica, já que eu já tinha experiência com o serviço deles e sabia que eles eram um dos mais baratos do mercado. Por meio do grupo, decidimos quem queria comprar (ninguém era obrigado) e fechamos um pedido com 22 livros. A unidade ficou por R$ 15,70 (já com a parte do frete de cada um). Essa foi uma das partes mais estressantes: recolher o dinheiro. Eu estabelecia prazos e estendia sempre, os que já tinham pagado perguntavam dos livros, enquanto outros perguntavam se podiam trazer o dinheiro no dia seguinte. Sem contar os desistentes de última hora. Após 3 semanas para juntar todo o dinheiro, finalmente conseguimos fazer o pedido e depositar o dinheiro.

10. Recebimento da versão física e entrega aos alunos

A gráfica foi extremamente rápida, afinal, pedimos o orçamento Express (4 dias úteis), o que demorou mais foi a entrega. Pedi para entregarem no colégio, e na primeira tentativa, o pacote foi negado por terceiros (alguém da portaria). A entrega que deveria levar 1 semana, levou quase 3. Até que finalmente, na quarta-feira, os livros chegaram e nós pudemos ver o resultado do nosso trabalho, e ficou incrível!

Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 3 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 4 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 5 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 6 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 7 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 8 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 9 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 10 Como foi organizar uma antologia de contos, crônicas e poemas com alunos 11

Esse foi o maior projeto que fiz até hoje, e acredito que será o primeiro de muitos! Como eu já havia estudado nesse colégio em que eu trabalho hoje, eu me coloquei no lugar dos alunos e pensei “se eu fosse uma aluna com talentos na escrita e/ou no desenho, eu gostaria que o colégio organizasse um livro… Eu poderia dizer que escrevi ou fiz parte de um livro durante a adolescência!”. Sendo assim, meu objetivo com o projeto foi tornar isso possível, e foi muito gratificante.

 

 

Leia outros textos da Sara Muniz clicando aqui.