6 de março de 2018

Blattaria

Blattaria

Ele entrou na cozinha de sua casa, acompanhado por sua esposa e sua sogra. Suportara uma grande encheção de saco durante grande parte da tarde: a esposa o convencera a pintar a sala e convidou a mãe para palpitar sobre qual cor e tonalidade seriam as mais adequadas. Depois de pouco tempo viu-se em meio a um planejamento profundo da reforma geral da casa que provavelmente faria com que ele […]

28 de fevereiro de 2018

VI

[poesia] VI

Vi Vi e soube que estava ali apenas para que eu me deleitasse. Nem longe, Nem perto, À vista. Sem se importar Sem dar a mínima À parte # Vi Vi, e soube que estava ali apenas como uma oportunidade. Paralelo, Poético, Uma arte. Alheio à minha necessidade # Eu vi Vi, e percebi que estava ali apenas para que eu adorasse. (in?)Disponível, Visível, De verdade. Meu. Até que eu […]

13 de fevereiro de 2018

Cuidado com as trevas

Cuidado com as trevas

Tem uma pessoa que sempre que me vê me cumprimenta, pergunto como estou, pergunta da minha vida… Tal figura mora no caminho entre minha casa e o resto do mundo, o que faz com que eu raramente não esteja com certa pressa pra passar por ali. Sequer sei o nome dela, e acho que ela não sabe o meu. Ela mora ali desde que sua casa passou a fazer parte dos […]

6 de fevereiro de 2018

O Alto da Insolência - Ato VII

O Alto da Insolência – Ato VII

EU: O Farrel do universo 234 preocupava-se muito com o rumo que a tecnologia de inteligência artificial poderia tomar. Ele não confiava nos carros com direção por inteligência artificial, não nutria simpatia pelos algoritmos que regiam as redes sociais e tão pouco sentia-se confortável com robôs dotados de inteligência artificial que monitoravam a segurança (tendo acesso a armas) ou outras áreas essenciais ao homem, como gerenciamento de hospitais, por exemplo. […]

16 de janeiro de 2018

Suco de Laranja

Suco de Laranja

Da laranja, esse suco E a laranja é do pomar. É da fazenda, o pomar E de Manhumirim, a Fazenda Santa Lúcia Procure no Google Maps. De Minas Gerais, Manhumirim, Do Brasil, Minas. Da Terra, o Brasil; Do sistema solar, a Terra. Da Via Láctea, o Sol. Do Universo, as galáxias. E do Universo… Do Universo?, o Mistério Sem atual perspectiva Sem invencionice, sem deuses. Só sua (E)existência, E é […]

10 de janeiro de 2018

O Viajante do Tempo

O Viajante do Tempo

Marciano Cosfeli, enquanto lidava com tecnologia e cálculos altamente avançados, num laboratório abastardamente equipado, por acaso, descobriu como voltar no tempo. Refletiu muito sobre o que faria com isso e decidiu que voltaria numa época de ascensão da ciência e já apresentar tudo o que sabia — o que não era pouco — para iluminar ainda mais a mente humana e possibilitar que seu tempo tivesse alcançado um status ainda […]

2 de janeiro de 2018

Chip da Besta

Chip da Besta

Farrel estava sozinho em seu quarto, sentado em sua cadeira de rodinhas junto à sua mesa (onde estava seu computador, ligado). Olhava distraidamente seu feed de notícias no Facebook quando viu um compartilhamento de uma amiga, oriundo da página Fatos Desconhecidos. No post compartilhado, uma imagem de uma mão segurando, entre o indicador e o polegar, o que parecia ser um pequeno chip transparente de interior vermelho com formato de […]

19 de dezembro de 2017

A Morte da Via Láctea

A Morte da Via Láctea

Moro num apartamento novo há sete meses e meio. O prédio fica no centro de Bela Vértice, na parte mais cinza e sem graça da cidade, onde o Sol parece mal chegar a tocar o asfalto devido à grande quantidade de edifícios. É um lugar tranquilo. Tem sempre um porteiro na portaria, elevador, tapetes felpudos de “bem-vindo!”, luz ambiente avermelhada… bem aconchegante. Moro no décimo andar, e mal escuto a […]

12 de dezembro de 2017

A História do Bóris

A História do Bóris

Num dia desses aí, dentro de uma toca, um bicho que me lembra um esquilo [ou seria melhor compará-los com ratinhos? Meio que dá no mesmo] estava se contorcendo no chão que havia cavado. Dali a pouco descobriu-se que era fêmea [olha só, quem diria!]. De dentro dela saíram três filhotes. Feliz da vida, após dar o último contorção do último filho, foi checar o trabalho feito. Decepcionou-se, eram filhotes […]

5 de dezembro de 2017

Cap. VI

Cap. VI

~> VI – Na portaria, com o porteiro – VI <~ — Não faz diferença. Lá fora está tão bom ou tão ruim quanto aqui dentro. — Você está certo. Lá fora não chove não, mas aqui molha dentro. — Encharca! — Inunda. — Transborda. — E vaza… Nada? — Não. — Boia? — Afundo. — Afoga? — Bem que eu queria. — O quê? — Me afogar. — Por […]