20 de setembro de 2017

QUARTO

Quarto

Esta parede está cheia de infiltração Deve ter absorvido O que vazou do meu coração

15 de setembro de 2017

Quem sabe amar? 1

Quem sabe amar?

Poesia é com Oberlan Rossetim.

6 de setembro de 2017

A SENHA DA FRAQUEZA HUMANA 1

A senha da fraqueza humana – Quarta Poética

A SENHA DA FRAQUEZA HUMANA O carro forte passa E leva a força das pessoas

3 de setembro de 2017

Choro

Choro

Eu choro bastante. As flores, os sentimentos. Gestos-delícia. As melodias também. A vida aglomera-se em meus olhos. Minhas lágrimas são gotas de beleza. Eu choro bastante. As mortes, as dores, a violência. A indiferença também. Tristeza decompositora. O desamor pesa em meu olhar. Tanto peso faz ele suar, gotejar. Minhas lágrimas são marcas de cansaço na estrada do sonhar. Mas o belo e o melancólico vai construindo o meu lacrimejar […]

23 de agosto de 2017

Sombra

Sombra

A minha sombra sou eu já cansado de mim. É a moldura onde fico exposto, sem decoração, porque falta você me decorar, lembrar sempre de mim. Um quadro que pintaram com um modelo meu que desconheço. É a fumaça-mim, queimado, pelo Sol posto de lado. É o rechaço do eu sonhar, pelo Luar. Despida a minha sombra de mim. Eu em outro lugar. A minha sombra é o meu espírito […]

16 de agosto de 2017

POR ONDE?

Por onde? – Quarta Poética

Perco-me em mim à procura de ti Minh’alma com seus passos Do Amor junta os pedaços Buscando uma direção que a faça Crer num caminho além da perdição

9 de agosto de 2017

Ser ou não ser: o que é a Poesia?

Ser ou não ser: o que é a Poesia?

Rima pobre Rima rica Se não rima Menos Poesia A Poesia fica?

2 de agosto de 2017

Fome de Modernidade

Fome de Modernidade

Vi na geada o branco sideral queimar o verde pasto Campos inteiros antes férteis não deram uma semente Trabalhadores da terra apesar seguiram em frente Fazendo jus – e com muito carinho – ao tempo gasto   Lavoura linda enfeitada com chapéu foi extinta O que antes estava confirmado a milhares de sacas Pelas paisagens agora só se vê tristes queimadas matas Que nos cálculos a porcentagem que sobrou não […]

28 de julho de 2017

Fim de semana, por Oberlan Rossetim

Fim de semana, por Oberlan Rossetim

A imaginação é o sábado da razão.