18 de julho de 2017

Escola Sem Partido vai à Justiça contra exigência de redação do Enem

Escola Sem Partido vai à Justiça contra exigência de redação do Enem

A Associação Escola Sem Partido, liderada pelo advogado Miguel Nagib, quer retirar uma das exigências da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O critério questionado diz que será anulada a redação que “desrespeite os direitos humanos”. Mas, para os responsáveis pela Escola Sem Partido, ele é subjetivo e injusto, já que a legislação sobre direitos humanos não está entre os temas cobrados dos candidatos. “O próprio INEP desrespeita […]

29 de junho de 2017

Site Recorte Lírico faz aniversário de um ano e comemora “de roupa nova”

Site Recorte Lírico ganha “roupa nova” de 1º aniversário

Quando iniciamos o projeto Recorte Lírico, meus amigos acadêmicos e eu não imaginávamos à proporção que essa proposta de extrair conteúdo da Academia para levar ao público comum ganharia. Hoje, o Recorte, além de eventos realizados na capital paranaense, ganhou força com o site, com mais de cem mil acessos em um ano de vida, e agora o mais recente projeto, o de uma revista literária, o que pode consolidar […]

13 de junho de 2017

Recorte Lírico abre concurso e receberá textos para lançamento da primeira edição de revista

Recorte Lírico abre concurso e receberá textos para lançamento da primeira edição de revista

Muitos brasileiros acreditam que o nosso país não produz arte como se deveria, ou talvez não na quantidade que merecíamos, se tratando de um país com proporções continentais. O Projeto Recorte Lírico, em função disso e apegando-se aos seus próprios lemas, construiu um espaço singular para se produzir arte, e é com muito orgulho que compartilhamos com todos a chegada da Revista Recorte Lírico, edição: Iluminar. Os textos podem ser […]

6 de junho de 2017

Bob Dylan em discurso do Nobel: canções têm de comover pessoas, não fazer sentido

ESTOCOLMO – O cantor e compositor Bob Dylan, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, disse nesta segunda-feira que, ao contrário da literatura, suas canções sempre foram feitas para serem cantadas, não lidas, e que elas precisam apenas comover as pessoas, não fazer sentido. A decisão da academia sueca de dar o Nobel de Literatura do ano passado para Dylan, que “criou novas expressões poéticas dentro da grande tradição musical americana”, […]

17 de maio de 2017

Jorge Luis Borges apresentou um mundo inteiro à própria literatura

Jorge Luis Borges apresentou um mundo à própria literatura. O argentino contemplou-a com um registo que deambula entre a filosofia e a fantasia, não esquecendo o lirismo poético, e o rigor ensaísta académico. A sua grande peculiaridade mora nas diferentes relações estabelecidas entre os constituintes da sua extensa obra, navegando por um realismo mágico, que desafia os então proeminentes realismo e naturalismo. O períplo de lugares que conheceu e onde viveu […]

13 de maio de 2017

Canção Universal – por Wagner Schadeck

Na antiguidade, acreditava-se que a música tinha poder medicinal sobre a alma. Críticos como Carpeaux e Auerbach ouviam o canto gregoriano no cantar dos anjos no Paraísoda Divina Comédia de Dante Alighieri. No Werther de Goethe, o enamoramento do protagonista se dá pela música. Beethoven, ao visitar uma Baronesa, amiga sua que havia perdido o filho, vitimado pelas guerras napoleônicas, fora comedido em palavras e gestos, mas sentara ao piano […]

12 de maio de 2017

Marcelo Brum-Lemos estreia no cenário literário com obra “caótica”

Professor, músico e escritor, Marcelo Brum-Lemos é uma das figuras mais interessantes do cenário moderno artístico de Curitiba. Marcelo lançou no ano passado Galhos de árvores movendo os dedos, um livro que, segundo o autor, foi montado ao longos dos anos, quando, enfim, o autor resolveu publicá-lo, até como uma forma de “parar de mexer neles”. Nessa de se livrar dos contos, microcontos e dos poemas – esses entre cômicos […]

10 de maio de 2017

A (in)utilidade da literatura: Ninguém quer pensar fora da caixa

Todorov, um crítico literário que nos deixou recentemente, em um de seus livros disse que a literatura está em perigo porque ela não tem poder algum, já que não participa da formação cultural das pessoas, ou, quando participa, participa burocraticamente – o que é uma antítese dela própria. Esse pensamento aparentemente pessimista diz respeito a uma imensa comunidade de leitores que, hoje, com a cultura digital, parece ampliado, mas lê cada vez […]

8 de maio de 2017

O amanho da memória – por Wagner Schadeck

A poesia luso-brasileira possui três mestres incontestáveis: Gonçalves Dias, António Nobre e Manuel Bandeira. Nestes poetas sui generisencontramos um rico armazém de formas e recursos poéticos, a que qualquer jovem pode acessar tanto para se formar culturalmente quanto para beber o vinho do espírito. Poetas singulares, como eles, não forma epígonos, mas herdeiros. A partilha dessa herança inesgotável e sua manutenção é um imperativo poético, sobretudo, numa nação, como a […]

6 de maio de 2017

Machado de Assis é maior que Dickens, Balzac e Eça de Queiroz, diz crítico e escritor espanhol

Escritor e crítico espanhol, Antonio Maura acredita que Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908), o grande gênio da literatura brasileira, não foi devidamente valorizado pela crítica e mereceria ser reconhecido como um dos melhores escritores do século XIX. “Acho que Machado é um dos grandes nomes do século XIX. Não acredito que se compare nem a [Charles] Dickens, [Honoré de] Balzac, Eça de Queiroz ou ao nosso [Benito Pérez] Galdós. […]