27 de dezembro de 2018

Centopeia Humana e o Realismo Grotesco, de Bakhtin

A Centopeia Humana e o Realismo Grotesco, de Bakhtin

O terceiro filme analisado é “A Centopeia Humana”, um filme de 2009, dirigido por Tom Six, um controverso diretor, produtor e argumentista de filmes nascido nos Países Baixos. Vamos a um rápido release sobre o filme para que eu possa tecer os meus comentários: Duas turistas de Nova Iorque estão a passeio na Alemanha e, ao receber um convite para uma festa, se perdem no caminho num carro locado e […]

22 de dezembro de 2018

[15 filmes em férias] Bird Box, com Sandra Bullock

[15 filmes em férias] Bird Box, com Sandra Bullock

Inicio hoje minhas férias nas atividades convencionais (extrablog) e resolvi criar uma pequena série com filmes indicados. Escreverei, resumidamente, sobre um filme por dia, durante os próximos 15. Poderia indicar filmes consagrados ou os meus favoritos da história, porém resolvi me permitir também nesse período, descobrindo novos títulos e, portanto, vou fazer esse resuminho aqui que se baseará muito mais em minhas impressões sobre o longa. O primeiro da série […]

29 de novembro de 2018

A (META)LINGUAGEM DE WOODY ALLEN EM A ROSA PÚRPURA DO CAIRO

A (META)LINGUAGEM DE WOODY ALLEN EM A ROSA PÚRPURA DO CAIRO

Em A rosa púrpura do Cairo, a noção de autoria é relativizada logo no início do filme, com a imagem do título do filme, que o espectador julga ser uma criação de Woody Allen, em um cartaz, em um cinema de New Jersey, cenário da história. A coincidência de títulos passa, então, a servir de obstáculo para a apreensão da estrutura do filme de Allen, que abrange, dentro de si, […]

14 de setembro de 2018

Tradição e tradução na Sétima Arte

Tradição e tradução na Sétima Arte

O processo contínuo da formação da identidade, conforme Stuart Hall […], há a ênfase nas origens, na continuidade, na tradição e na intemporalidade. A identidade nacional é representada como primordial — “está lá, na verdadeira natureza das coisas”, algumas vezes adormecida, mas sempre pronta para ser “acordada” de sua “longa, persistente e misteriosa sonolência”, para reassumir sua inquebrantável existência […]. Os elementos essenciais do caráter nacional permanecem imutáveis, apesar de […]

2 de agosto de 2018

POESIA E CINEMA: NO PRÍNCIPIO ERA O VERSO...

POESIA E CINEMA: NO PRÍNCIPIO ERA O VERSO…

MORTE E VIDA SEVERINA O filme Morte e vida severina, lançado junto com Quincas Berro D’água, no ano de 1977, com direção de Walter Avancini, traz algumas novidades que o tornam estranho ao padrão Globo. A primeira inovação é a escolha de um texto poético para a adaptação, o que resultou em dificuldades e não produziu, com já era esperado, um resultado popular ou comercial, como a maioria das realizações […]

21 de dezembro de 2017

As funções do regionalismo em 'O Auto da Compadecida' 3

As funções do regionalismo em ‘O Auto da Compadecida’

  O filme O auto da Compadecida, de Guel Arraes, retoma a tendência regionalista, que prevaleceu, sobretudo na literatura (atentando para o fato de o filme ter sido baseado na peça homônima, escrita por Ariano Suassuna), desde a época de 1930 até o início da década de 1950, quando ganhavam destaque os trabalhos de João Guimarães Rosa e João Cabral de Melo Neto. O romance de 30, principalmente, filiava-se à […]

12 de outubro de 2017

O estranho que nós amamos: Quando os opostos se atraem

O estranho que nós amamos: Quando os opostos se atraem

(Atenção: alerta de spoilers.)   O novo filme de Sofia Coppola é a segunda adaptação cinematográfica de um texto literário. O romance, escrito por Thomas P. Cullinan, foi publicado em 1966. Cinco anos depois, em 1971, foi lançado o primeiro longa, dirigido por Don Siegel e estrelado por Clint Eastwood. Em 2017, quase quatro décadas após a primeira versão fílmica, Sofia Coppola lançou sua releitura da história, que se passa […]

6 de outubro de 2017

Crítica: Nocturama, filme de Bertrand Bonello (Netflix)

Crítica: Nocturama, filme de Bertrand Bonello (Netflix)

A Europa vive há alguns anos dias de tensão por conta do perigo iminente do terrorismo. O que antes era mais latente nos EUA (como o atentado em Las Vegas, de segunda, dia 2 deste mês), agora invade as cidades do velho continente e causa terror não só na população, mas também na União Europeia, que fica, na maioria das vezes, sem saída para o grave problema mundial. O filme […]

17 de agosto de 2017

Uma leitura das cores 3

Uma leitura das cores

Uma tarde e dois filmes. Primeiro, Julieta, de Pedro Almodóvar. Depois, Life, de Anton Corbijn. Duas experiências intensas. Histórias profundas, fascinantes e reflexivas. Entretanto, quando escolhi os dois filmes do dia, não esperava encontrar tantas coincidências entre eles. Na metade de Life, percebi a maior delas: a definição das cores e o forte aspecto semântico de todo aquele cromatismo, que, pela ordem dos filmes, começou com cores fortes e quentes […]

27 de junho de 2017

'O silêncio do céu' fala sobre estupro e o medo

‘O silêncio do céu’ fala sobre estupro e o medo

Um homem que tinha pavor de viajar de avião, mas que na verdade tinha medo do céu. Uma mulher que foi estuprada, e, calada, escondeu de todos o abuso sofrido. Essa é a tônica do bom filme do diretor Marco Dutra, “O silêncio do céu”. Um drama carregado com toda a profundidade psicológica das personagens que o gênero exige. A maior parte do filme é falado em espanhol, mas os […]