Eneacampeão: O título dos torcedores alviverdes

Era 19 de dezembro de 1993, como bom baiano que sou, estava na frente da TV assistindo o clube que, mais tarde, ou talvez naquele exato momento, tornava-se o amor da minha vida… assistindo o Palmeiras! Era impensável acreditar que uma criança,com pouco menos de três anos, poderia transcender toda a pressão da torcida rival, sim, na sala, a minha família, apesar de torcer para o Bahia, vibrava a favor do Vitória – o que hoje me espanta – mas a justificativa da época era que o título seria do estado, entretanto com todos os empecilhos, o destino traçou-me uma missão na vida: Eu deveria ser palmeirense! O Edmundo, que naquela final marcou, na minha cabeça infantil, era o meu pai, e eu vibrava e gritava “vai papai” a cada toque na bola que o craque dava, como se a ausência do meu pai, naquele momento, fosse substituída pelos dribles produzidos no gramado do Morumbi. Tudo foi lindo, e verde. O título veio, a seca da conquista nacional também, assim como meses antes no Paulistão. Agora, o que viria realmente para ficar,era o amor incondicional pelo Palmeiras. Éramos campeões!



rib2378 - Eneacampeão: O título dos torcedores alviverdes
Foto: Reprodução/Sociedade Esportiva Palmeiras. 

Vinte e três anos se passaram, sem essa mesma conquista há 22, mas a saga dos títulos produzindo torcedores não mudou. Na efervescência da luta e da consagração alviverde, vejo o filho daquele menino, sim, porque ele cresceu e mudou, menos o amor pelo time do coração, e esse amor foi passado para o seu filho, assim como os torcedores sonham na música da arquibancada. Em um campeonato aonde a torcida lotou, cobrou, gritou, e agora, comemorou, pude fazer nascer mais um palmeirense, ou melhor, o destino quis que o eneacampeonato proporcionasse não só a consagração de um negro como o Jaílson, a despedida do Jesus, os passes do Moisés e as firulas do Dudu; o eneacampeonato proporcionou, e ainda proporcionará, o nascimento de milhões de palmeirenses Brasil afora. O Enea “veio aí”, e ele é da torcida!



palmeiras recorte - Eneacampeão: O título dos torcedores alviverdes
Foto: Acervo pessoal. 

Por Cássio Miranda, editor do blog Recorte Lírico.

Cássio de Miranda

Cássio de Miranda

Editor da Recorte Lírico. Baiano, mas exilado no Sul do país. Escreve sobre livros, filmes e séries. Pai, professor e escritor, não necessariamente nessa ordem. E-mail.: cassiodemiranda91@gmail.com; cassiodemiranda@recortelirico.com.br;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *