Tudo é mais legal quando alguém morre (na Literatura)

Você já parou para pensar em como a literatura não teria graça se ninguém morresse? (Werther que o diga!). Em vários casos, se o personagem não morre, não há obra. Pensemos nos clássicos, Shakespeare, Madame Bovary, Amor de Perdição, Primo Basílio… Brás Cubas! Se aqueles personagens não morressem, o livro não teria o mesmo efeito, a moral não existiria do modo como os autores gostariam. A morte é sempre necessária na literatura.

Os escritores são exímios assassinos, mas é por um bem maior. Por mais que você tenha ficado triste quando o Dobby morreu em Harry Potter, quando o Augustus morreu em A Culpa é das Estrelas ou quando Hamlet vai dessa para melhor (ou pior)… Você já pensou que a história poderia não ter tido o efeito que teve sem essas mortes?

De fato, as coisas acabam sendo mais legais quando alguém morre na literatura. Afinal, a morte é tão natural na realidade quanto na ficção (não que seja algo legal na realidade), mas a temática da morte é algo fundamental na literatura. O retrato da morte na literatura é muito interessante (como em Memórias Póstumas de Brás Cubas). Talvez só na literatura possamos criar e retratar a morte de inúmeras maneiras. Só por meio da literatura podemos explorar aquilo que não conhecemos, como a morte.

Logo, você pode até ficar triste com a morte daquele ou desse personagem, mas saiba que porque ele morreu, a história se tornou mais legal e muito mais emocionante. E é até bastante admirável que a morte de um personagem nos doa, porque ele sequer existiu e esse é o poder da catarse, isso é maravilhoso. Esse é poder da literatura, essa é somente a superfície do poder da morte nos livros.

 

 

Leia outros textos da coluna semanal de Sara Muniz clicando aqui.
Comentários
Sara Muniz

Sara Muniz

Sara Muniz, 22 anos, formada em Letras Português-Inglês, criadora e idealizadora do blog Interesses Sutis desde 2014, professora de inglês em tempo integral, escritora, revisora e redatora nas horas vagas. Trabalha para comer, viajar e comprar livros. E-mail: saramunizz@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *