A incrível “Máquina Mundi”, do carioca Marcelo Mourão

A incrível “Máquina Mundi”, do carioca Marcelo Mourão

Li, com atraso, é bem verdade, o livro “Máquina Mundi”, do autor carioca Marcelo Mourão. Atraso talvez nem tenha sido a palavra certa. Li no tempo certo. No tempo. Justamente o tempo é um dos assuntos propostos pelo autor.

Um belíssimo acervo de poemas necessários, com a sutileza dos poetas e o tema tão contemporâneo como nunca.

Mourão nos leva a um campo de reflexão importante: as engrenagens do mundo giram aleatoriamente, no lírico e no mundo “real”, que já perdeu muito de sua verossimilhança, visto que a internet, e o que provém dela, nos reduziu ao virtual, e isso gera falta, como o próprio autor ratifica em “Faltaflita” (p. 54):

 

Estou com saudades

nem sei bem do quê

Parte que se aparta

e a gente não vê.

 

Marcelo Mourão acerta em cheio com sua máquina, porque o autor dialoga, com propriedade,  com gigantes como Luíz Vaz de Camões, Zygmunt Bauman, Drummond, e por aí vai…

O autor também provoca, em momentos como este:

Dizem que o aborto

é uma aberração,

um homicídio.

A masturbação, então,

seria um genocídio?

(Eis a questão, p. 36)

 

O principal assunto da “Máquina Mundi”, do Mourão, é a velocidade. É como esse tempo passa por nossos olhos e a gente nem percebe, ou empurra com a barriga, finge que nem viu. É como esquecemos das coisas importantes, é como tratamos com desdém quem ou o quê merece maior cuidado. A Máquina Mundi é necessária nos dias atuais para nos lembrarmos quem somos, lá no fundo, do coração, não do HD.

 

 

Sobre o autor:

marcelo 150x150 - A incrível "Máquina Mundi", do carioca Marcelo Mourão

É professor graduado em Letras (Língua portuguesa e Literatura) e pós-graduado em Literaturas de língua portuguesa. É também poeta, escritor, crítico literário e produtor cultural. Nasceu no bairro do Engenho de Dentro, subúrbio do Rio de Janeiro, e começou a fazer poesia em 1989.

 

 

Leia outros textos do Cássio de Miranda clicando aqui.
Cássio de Miranda

Cássio de Miranda

Editor da Recorte Lírico. Baiano, mas exilado no Sul do país. Escreve sobre livros, filmes e séries. Pai, professor e escritor, não necessariamente nessa ordem. E-mail.: cassiodemiranda91@gmail.com; cassiodemiranda@recortelirico.com.br;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *