4 de novembro de 2017

NORMAS DE CONCORDÂNCIA E USO DOS PORQUÊS

[Hora do Enem] Normas de concordância e uso dos porquês

Regras específicas de concordância verbal Há expressões, em nossa língua, que dão ideia de plural, mas que são inseridas, no texto, por meio de intercalações. Alguns exemplos são: “junto com”, “somado a”, “em parceria com”, etc. Nesse processo, o uso das vírgulas é fundamental, pois esse sinal de pontuação garante o isolamento da expressão, exigindo, portanto, a concordância verbal com o sujeito, apenas. Nos exemplos abaixo, o sujeito e o […]

28 de outubro de 2017

[Hora do Enem] Ambiguidade e redundância

[Hora do Enem] Ambiguidade e redundância

Ambiguidade Quando a ambiguidade aparece, em um texto, caracteriza-se pela duplicidade de sentido, geralmente causada pela ordem das palavras no texto. Exemplo: O secretário da escola, Luís Xavier Silva, é querido pelos alunos. No período, o aposto “Luís Xavier Silva” gera dúvida. Esse será o nome da escola ou do secretário? Corrigindo: 1. O secretário, Luís Xavier Silva, é querido pelos alunos. 2. A escola Luís Xavier Silva tem um […]

21 de outubro de 2017

[Hora do Enem] O hífen depois do novo acordo

[Hora do Enem] O hífen depois do novo acordo

“Bom dia” e “Bom-dia” – A saudação não exige hífen: Bom dia, querido. – Porém, quando o termo é usado como substantivo, usa-se o hífen: Ele disse “bom-dia”. “Bem” e “mal” – Usa-se o hífen quando há unidade de sentido: bem-humorado, bem-educado, bem-vindo… – Casos de atenção, nos quais houve mudanças importantes: benfeito e benquerer (assim como benquerido). – Com a palavra “mal”, também vale a regra da unidade de […]

7 de outubro de 2017

[Hora do Enem] Artigo, preposição e uso do acento grave 1

[Hora do Enem] Artigo, preposição e uso do acento grave

“A”: preposição ou artigo? A viagem a Boston foi tranquila. O primeiro “a” é artigo, porque permite flexão, para concordar com o substantivo “viagem”. Assim, temos: “a viagem” e “as viagens”. O segundo “a” é preposição, porque não permite flexão e porque pode ser substituído por outra preposição: “para”. Dessa forma, temos: “A viagem para Boston foi tranquila.” Outros exemplos: O candidato declarou que não irá manter a atitude ofensiva […]

14 de março de 2017

“Elas estavam MEIAS tristes” – por Sergio de Carvalho Pachá

Para o Leandro e os demais amigos que amam e cultivam nossa língua materna CONCORDÂNCIA POR ATRAÇÃO SINTÁTICA Perguntou-me hoje um jovem amigo se uma construção do tipo “Elas estavam MEIAS tristes” é, de fato, errônea, conforme leu, recentemente, numa gramática publicada no Brasil. Respondi-lhe que não só não é errônea, mas, muito pelo contrário, é excelente português, abonado pelos maiores clássicos de nossa língua, d’além e d’aquém-mar. E fiquei […]

15 de setembro de 2016

Paralimpíada ou Paraolimpíada? O professor Sérgio de Carvalho Pachá explica.

Imagem: (Comitê Internacional Paraolímpico/Reprodução) É certo o grande sucesso que as Olimpíadas atingiram nessa edição no Rio de Janeiro, e, para o comitê brasileiro, as Paraolimpíadas estão conseguindo ainda maior repercussão, devido à quebra de recordes de medalhas. Mas um fato tem protagonizado nas manchetes dos principais jornais do país, qual a grafia correta: Paralimpíada ou Paraolimpíada? O Comitê Internacional Olímpico tem recomendado “Paralimpíada” por motivo de padronização entre os […]