Consumidas pelo Fogo: Revelação Surpreendente Sobre Quem Causou o Incêndio

Sabrina Santos

A nova série japonesa da Netflix Consumidas pelo Fogo traz doses de mistério em meio a dramas familiares, ao girar em torno de um incêndio ocorrido 13 anos antes cuja culpa recaiu sobre a personagem Satsuki. Suas filhas, porém, desconfiam de sua inocência e buscam provar isso, descobrindo segredos sombrios no caminho.

O desfecho traz revelações surpreendentes sobre quem realmente começou o incêndio que destruiu a mansão da família Mitarai e as motivações por trás disso. Vamos analisar em detalhes essa reviravolta que muda completamente o jogo.

RELACIONADO: Consumidas pelo Fogo: Série da Netflix com Trama Repleta de Reviravoltas

Alerta de spoilers!

Enredo: Do Que Trata Consumidas pelo Fogo?

Consumidas pelo Fogo: Revelação Surpreendente Sobre Quem Causou o Incêndio
Consumidas pelo Fogo: Revelação Surpreendente Sobre Quem Causou o Incêndio. (Imagem: Netflix/Reprodução)

Tudo começa quando Anzu se infiltra na casa da celebridade Makiko Mitarai se passando pela empregada Shizuka. Na verdade, Anzu busca provas de que Makiko foi responsável pelo incêndio que destruiu a mansão dos Mitarai 13 anos antes.

Sua mãe, Satsuki, assumiu a culpa na época para proteger Makiko, sua amiga. Porém, Anzu suspeita que Makiko armou tudo e agora é a atual esposa do pai de Anzu, Osamu.

Enquanto coleta provas, Anzu se aproxima do enteado Kiichi, e Makiko destrói evidências importantes. Quando Anzu consegue expor o passado secreto de Makiko, ela confessa ter causado o incêndio. Porém, uma surpreendente reviravolta aguarda o desfecho.

Makiko Confessa o Crime

Após Anzu coletar provas como o diário íntimo de Makiko e depoimento de uma antiga fã, Makiko se vê sem saída e confessa ter iniciado o incêndio 13 anos antes. Ela tenta voltar atrás na versão oficial, porém é desmascarada por Satsuki na internet. Humilhada e prestes a ser presa, Makiko é abandonada pelo marido Osamu.

amazon

A confissão de Makiko parece encerrar o mistério. Porém, os dois episódios finais reservam grandes reviravoltas.

Revelação Surpreendente Muda o Jogo

Quando Makiko está para ser presa, seu filho Kiichi se entrega e confessa o crime. Porém, no grande final, descobrimos que foi o filho mais novo Shinji o verdadeiro responsável.

Shinji causou o incêndio acidentalmente anos atrás quando, com fome, foi esquentar um curry no forno a gás da mansão e acabou provocando as chamas sem querer. Assustado, fugiu usando o casaco de Satsuki.

Por medo e culpa, nunca confessou. Satsuki acabou assumindo a culpa para proteger a amiga Makiko. Por ironia, Makiko e Kiichi se culparam mutuamente pelo ocorrido por anos.

Consumidas pelo Fogo: Final Explicado

Portanto, o desfecho de Consumidas pelo Fogo traz à tona o fato de o incêndio ter sido causado por um acidente e erro trágico do jovem Shinji. Satsuki fica aliviada ao provar sua inocência e poder perdoar Shinji, que não é preso por ter sido menor de idade na época.

Já Makiko e Kiichi confessaram falsamente movidos por suspeitas errôneas um do outro. Makiko agora vive sozinha, mas de forma mais sincera. Já Kiichi fica com Anzu, apesar de serem irmãos adotivos.

Consumidas pelo Fogo: Revelação Surpreendente Sobre Quem Causou o Incêndio 1
Consumidas pelo Fogo: Revelação Surpreendente Sobre Quem Causou o Incêndio. (Imagem: Netflix/Reprodução)

A revelação surpreendente de que o incêndio foi um acidente inocente muda completamente o significado da trama, trazendo à tona temas como perdão, culpa e arrependimento. O desfecho deixa lições sobre não julgar precipitadamente e buscar a verdade antes de condenar alguém.

Personagens Foram Cegados por Suspeitas

O final expõe como os personagens foram cegados por suspeitas e mentiras ao longo dos anos. Makiko e Kiichi nutriam suspeitas falsas um do outro como piromaníacos.

Já Anzu julgava Makiko duramente, quando ela acabou sendo mais uma vítima do acidente ao ser injustamente incriminada por Satsuki na época.

Ou seja, não há vilões unidimensionais na história, e sim personagens equivocados agindo por ignorância, orgulho ou medo. O perdão e entendimento são a solução.

https://amzn.to/3Mq3EAp

Atuações Concretizam Reviravoltas da Trama

O elenco da série é competente em transmitir todas as reviravoltas da trama de forma convincente. Destaque para Mei Nagano no papel de Anzu/Shizuka, conduzindo com maestria a investigação cheia de camadas. Vemos a amargura inicial da personagem se transformar em compaixão e entendimento ao descobrir que as pessoas não são exatamente aquilo que aparentam ser à primeira vista. Uma lição que o público também compartilha.

Apesar de alguns arcos narrativos questionáveis, como o romance entre irmãos adotivos, a força da série reside no enredoprincipal repleto de reviravoltas eletrizantes. O mistério central prende do início ao fim, levando a um desfecho surpreendente que subverte expectativas.

Consumidas pelo Fogo vale pela trama envolvente e cheia de reviravoltas, além do elenco competente. A revelação final traz reflexões pertinentes sobre julgamentos precipitados, arrependimento e o poder do perdão para curar traumas, encerrando a temporada de forma comovente. Apesar de imperfeições, a série prende e surpreende do começo ao fim.

Veja o trailer de Consumidas Pelo Fogo:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.