Hamlet: Longa de Zeca Brito Compete em Gramado | Uma Jornada pela Juventude e Política Brasileira

Sabrina Santos

O mundo do cinema nacional sempre traz surpresas e reflexões profundas através de suas produções cinematográficas. Um desses filmes que promete impactar o público e explorar questões sociais é “Hamlet”, o oitavo longa-metragem do cineasta Zeca Brito. Este filme, gravado durante os protestos estudantis de 2016, está pronto para competir na 51° edição do Festival de Cinema de Gramado, um dos eventos mais prestigiados no cenário cinematográfico brasileiro.

Uma Visão do Brasil em Meio ao Caos

Hamlet: Longa de Zeca Brito Compete em Gramado | Uma Jornada pela Juventude e Política Brasileira
Fredericco Restori e Jean-Claude Bernardet em “Hamlet” – (Foto: Joba Miglion/Divulgação)

“Hamlet” mergulha diretamente no contexto político e social do Brasil de 2016, um período turbulento e marcante para o país. Durante os protestos estudantis, os secundaristas unem suas vozes aos movimentos sociais, saindo às ruas em manifestações, passeatas e reivindicações. As ruas se enchem de vozes clamando pelo fim da desigualdade e denunciando manobras políticas obscuras.

LEIA TAMBÉM: O Acidente: Longa de Bruno Carboni Estreia nos Cinemas dia 24 de agosto

No centro dessa narrativa está o jovem Hamlet, interpretado por Fredericco Restori. Testemunhando um golpe de estado iminente, Hamlet se vê confrontado não apenas com as questões políticas que assolam o país, mas também com seus próprios fantasmas internos. Ele precisa lidar com sua transformação em adulto e descobrir seu lugar em uma sociedade em frangalhos. A escolha entre agir ou não agir se torna uma batalha interna, enquanto o mundo exterior se desintegra e a maturidade começa a tomar forma.

O Olhar de Zeca Brito sobre a Sociedade Brasileira

O diretor Zeca Brito, conhecido por seu trabalho em produções como “Legalidade” e “Em 97 Era Assim”, explora com maestria o dilema do indivíduo como um ser político em um momento de desconstrução da democracia brasileira. O filme captura a dúvida do protagonista em assumir o controle de sua vida e direcionar seu próprio destino, ou se entregar aos caprichos da história.

amazon

Uma das características marcantes do filme é a maneira como Zeca Brito mescla os gêneros de ficção e documentário. Essa combinação habilidosa permite ao diretor retratar a sociedade dividida entre as vozes da elite e as ações dos movimentos sociais que buscam uma mudança. Através dessa abordagem única, “Hamlet” oferece uma visão multifacetada das tensões sociais e políticas do Brasil daquele período.

O Reconhecimento e a Antecipação

“Hamlet” já vem colecionando reconhecimento antes mesmo de sua estreia no Festival de Cinema de Gramado. O filme recebeu uma Menção Honrosa no prestigioso festival português Cine Marginal, indicando a qualidade e relevância da obra. Com uma estreia agendada para o dia 18 de agosto de 2023, o filme promete cativar o público brasileiro com sua narrativa envolvente e reflexões profundas sobre a sociedade.

A Dra. Maria Amélia Bulhões, professora e uma das criadoras do programa de pós-graduação em artes visuais da UFRGS, descreveu “Hamlet” como um trabalho magnífico que navega habilmente entre o documentário competente e o filme de arte. O filme não apenas captura a realidade tensa das disputas sociais e políticas, mas também infunde a poética da arte como uma ferramenta para a reflexão.

Um Elenco de Destaques

O elenco de “Hamlet” conta com nomes notáveis do cenário cinematográfico nacional. Além de Fredericco Restori no papel principal, o filme apresenta o crítico e ator Jean-Claude Bernardet, trazendo uma dose extra de profundidade à narrativa. Uma participação especial da ex-presidenta Dilma Rousseff também agrega um toque de autenticidade à produção.

“Hamlet”, dirigido por Zeca Brito, é mais do que um filme; é uma jornada pela política, pela juventude e pela busca por uma identidade em meio ao caos. Com sua abordagem única que mistura ficção e documentário, o filme oferece uma visão cativante e reflexiva da sociedade brasileira em um período marcante de sua história. À medida que “Hamlet” se prepara para competir no Festival de Cinema de Gramado, o público aguarda ansiosamente a oportunidade de se envolver com essa obra rica em significado e relevância.

Veja o trailer do filme Hamlet, de Zeca Brito:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.