John Sugar: Alienígena ou Humanoide? 7 Indícios que Sustentam a Teoria

Sabrina Santos

Desde o lançamento do episódio 6 de Sugar, não é segredo para os espectadores que [Alerta de Spoiler] John Sugar é possivelmente um alienígena ou um ser humano modificado. No entanto, alguns podem argumentar que as imagens no espelho não passam de alucinações causadas por uma droga injetada no corpo de John. Para validar essa teoria, assisti novamente aos seis episódios e encontrei detalhes intrigantes que podem sustentar a ideia de que John é de fato algo além do humano. Sem mais delongas, vamos explorar esses indícios.

1. John Sugar Bebe Como Bukowski, Mas Não se Embriaga

Durante uma investigação sobre o desaparecimento de Olivia Siegel, John compartilha um momento no bar com sua madrasta, Melanie. Ao pedir bebidas, ele menciona que não consegue se embriagar devido a um metabolismo peculiar. Seu corpo metaboliza o álcool 50 vezes mais rápido que o normal, mas ele aprecia a experiência pela atmosfera romântica que envolve. Essa peculiaridade lembra diálogos semelhantes entre personagens como Peggy Carter e Steve Rogers. O fato de seu nome do meio ser “Steven” adiciona uma camada à especulação, sugerindo uma origem além do comum.

amazon

2. John é um Aprendiz Excepcional

John Sugar: Alienígena ou Humanoide? 7 Indícios que Sustentam a Teoria
John Sugar: Alienígena ou Humanoide? 7 Indícios que Sustentam a Teoria (Imagem: AppleTV/Reprodução)

Descobrimos que John frequentou o Instituto de Línguas de Defesa em Monterey, conhecido por treinar espiões e oficiais militares. O que chama atenção é o fato de John ter concluído o curso em semanas, enquanto o comum seria anos de estudo. Essa habilidade excepcional sugere algo mais do que habilidades humanas normais. Além disso, sua associação com a Societe Polyglotte Cosmopolitaine adiciona um ar de mistério, sugerindo uma possível ligação com atividades de espionagem.

3. John Possui Poderes Psíquicos

Embora inicialmente parecesse apenas uma afinidade com cães, descobrimos que John é capaz de controlar e acalmar animais, como visto em uma cena com seus cães. Essa habilidade vai além da interação comuns com animais e pode indicar habilidades psíquicas. Sua semelhança com o Marciano também levanta a possibilidade de uma origem extraterrestre.

4. John Não Dorme

A descoberta de que John não dorme, mesmo após ser gravemente ferido, é intrigante. Isso pode indicar uma natureza não humana ou uma dificuldade de adaptação à Terra. Sua relação com a irmã, Djen, cuja história permanece obscura, sugere um passado complexo e possivelmente alienígena.

5. John Conhece a Vida Apenas Através do Cinema

A referência constante ao cinema como sua única fonte de conhecimento sobre a vida humana levanta questões sobre a verdadeira natureza de John. Sua incapacidade de se relacionar com base em experiências pessoais pode indicar uma origem diferente da humana comum.

6. John Requer Tratamento Médico Especial

A recusa de John em buscar tratamento médico convencional após ser ferido gravemente sugere que suas necessidades de saúde são únicas e não podem ser tratadas por médicos humanos. Sua visita a um médico específico e o uso de tecnologia avançada para tratar seus ferimentos apoiam essa teoria.

7. A Sociedade Poliglota Secreta

A introdução de uma possível sociedade secreta com conexões alienígenas expande o universo da trama. A suspeita de que John possa representar uma ameaça para essa sociedade acrescenta tensão e mistério à narrativa.

Conclusão

Estes são apenas alguns dos indícios que sugerem que John Sugar pode não ser totalmente humano. Com cada episódio, a trama se aprofunda, revelando mais pistas sobre a verdadeira natureza de John e seu papel no universo da série. Se você captou alguma outra pista que apoie ou contradiga essa teoria, compartilhe conosco nos comentários. O mistério de John Sugar continua a nos intrigar, e mal podemos esperar para ver como sua jornada se desenrola.

Veja o trailer para a série Sugar:

1 comentário em “John Sugar: Alienígena ou Humanoide? 7 Indícios que Sustentam a Teoria”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.