Medo

Medo [Quarta Poética]

27 de setembro de 2017

Fugiste exatamente de quê? Do repousar teus olhos sobre a minha boca? Da proximidade entre os dois corpos? Da confusão entre o pensar e o sentir? Até hoje me choca não a falta de amor, mas o falsete do não no ressoar do sim.   Confira outros textos da Milene Lunes no portal clicando aqui. Milene também é professora de artes, confira o seu trabalho clicando aqui.